Entretenimiento

Fotos incríveis tiradas momentos antes de partirem para o outro lado da vida

As fotografias são um registro de um momento mágico e fugaz. Elas oferecem um aperitivo de um instante e lugar através da perspectiva de outra pessoa. Outras vezes elas servem como recordação de um tempo bom

Mas infelizmente, às vezes nos encontramos olhando para um momento de puro infortúnio. Confira a seguir algumas fotos que foram tiradas antes de momentos trágicos, e infelizmente, essas pessoas não sabiam que seriam as últimas fotos que tirariam.

 

Medo inimaginável

Isso é mais do que repugnante e possivelmente a imagem mais horripilante dessa lista. Uma menina do Texas de 14 anos chamada Regina Kay Walters foi mantida como refém por um serial killer enlouquecido, que tirou fotos dela em perigo. Ele acabou matando Walters, depois de cortar seus cabelos e fazê-la usar um vestido preto e sapatos de salto alto. Na foto ela aparece claramente apavorada. Robert Ben Rhoades foi posteriormente considerado culpado pelo assassinato e permanece preso até hoje. Acredita-se que ele tenha matado mais de 50 mulheres, embora ele tenha apenas três vítimas confirmadas.

Amor errado

Em 2008, um vendedor chamado Travis Victor Alexander foi morto por sua ex-namorada, Jodi Ann Arias, em sua casa em Mesa, Arizona, nos Estados Unidos. Esta foto dele foi tirada no chuveiro às 15h29 do dia da sua morte. Seu corpo sem vida foi mais tarde achado no chão do banheiro. Antes ele foi esfaqueado e baleado pela antiga companheira. Acredita-se que ele foi morto momentos depois dessa foto ter sido tirada.

 

Pesadelo clandestino

Em 1970, o australiano Keith Sapsford, de 14 anos, inexplicavelmente se escondeu na roda de um avião com destino ao Japão saindo de Sydney. Um fotógrafo amador testando sua nova lente da câmera registrou sem querer a queda livre do menino. Ele caiu cerca de 200 pés até parar no chão. Infelizmente o jovem não sobreviveu para contar essa história. Médicos envolvidos no caso, porém, garantem que o australiano teria morrido pelas baixas temperaturas, pela falta de oxigênio durante o voo ou mesmo esmagado pelas rodas do avião.

Cuidado com os animais selvagens

Um pedestre e estudante da Universidade Rutgers chamado Darsh Patel foi morto por um ursoenquanto caminhava pela floresta “Apshawa Preserve” de Nova Jersey em 2014. Ele conseguiu capturar cinco imagens desse animal de 300 quilos antes que de ser morto. O telefone de Patel foi recuperado posteriormente, com algumas marcas dos dentes do urso. A polícia disse que dois escaladores avisaram Patel e seus amigos que tinha um urso os seguindo, mas o grupo queria ver o animal de perto, então continuou a caminhar normalmente. Verdadeiramente assustador!

A morte de uma equipe de patinação artística

Em 15 de fevereiro de 1961, um boeing 707 voo Sabena 548 caiu enquanto viajando de Nova Iorque para a Bélgica. No total, 73 pessoas morrerem por conta do trágico choque, e um agricultor em terra atingido pelos destroços da aeronave. O acidente matou toda equipe americana de patinação artística que estava em rota para um campeonato mundial em Praga. Aqui, a equipe aparece feliz antes de embarcar para uma viagem sem volta.

Um destino triste

Mais uma história triste em nossa lista. Em Julho de 2013, o destemido russo Pavel Kashin estava gravando seu novo vídeo no topo de um prédio quando resolveu fazer um backflip na sacada de um prédio de 16 andares. Infelizmente, ele perdeu o equilíbrio e despencou lá de cima. Na foto ele aparece bem na hora que tentava a manobra. Seus amigos e familiares disseram que foi uma manobra arriscada, mas muito corajosa.

 

O famoso caso do Titanic

Essa história todo mundo conhece. Uma história chocante que virou um famoso e premiado filme. Esta é a última foto tirada do lendário transatlântico de luxo britânico Titanic antes dele afundar no Oceano Atlântico em 15 de abril de 1912. Mais de 1.500 pessoas morreram no horrível acidente marítimo que levou 2 horas e 40 minutos para afundar completamente. Quem não conhece essa história? Confira a seguir outras imagens chocantes.

Uma corrida sem volta

Aqui está o ator norte-americano Paul William Walker IV entrando no Porsche modelo Carrera GT de 2005. A estrela da saga “Velozes e Furiosos” acabou morrendo minutos depois do registro fotográfico, no dia 30 de novembro de 2013, após uma colisão que ocasionou um incêndio fatal no sul da Califórnia por volta das 15h30 horário local. A jovem filha de Paul, Meadow Walker, entrou com um processo de homicídio culposo contra a Porsche.

 

Uma tragica histórica

A devastação atingiu o sudeste da Ásia em 26 de dezembro de 2004, quando um tsunami massivo tomou conta do litoral chamado de “Boxing Day”. Mais de 200 mil pessoas morreram no desastre. Deborah Garlick, 31 anos, estava de férias na Tailândia na época e foi morta pelo tsunami. Os pais de Deborah acharam essa foto em sua câmera depois que recuperaram seus pertences, e contam que até hoje lutam para viver suas vidas normalmente desde que a tragédia aconteceu.

 

Um acidente aéreo

Esta é a última foto perturbadora do Vôo 182 da Pacific Southwest Airlines operado por um boeing 727-214 que fazia uma rota doméstica de Sacramento a San Diego. A aeronave colidiu com outro avião sobre San Diego em 25 de setembro de 1978 às 9h da manhã. Todos os 137 passageiros a bordo morreram, além de sete civis no solo. Para piorar, vinte e duas casas foram totalmente destruídas com o impacto do avião.

 

Suicídio ao vivo

Budd Dwyer foi o tesoureiro da Pensilvânia durante os anos 80. Em 22 de janeiro de 1987, ele convocou uma coletiva de imprensa. Para surpresa de todos, ele pegou um revólver e deu um tiro na cabeça. Seu suicídio foi visto em aparelhos de televisão em todo o estado. Esta foto foi tirada logo após Dwyer puxar a arma para fora. Suas palavras finais foram: “Eu agradeço ao bom Deus por ter me concedido 47 anos de desafios instigantes, experiências estimulantes, muitos momentos felizes e, mais do que tudo, a melhor esposa e os melhores filhos que qualquer homem desejaria ter.”

 

Uma foto para história

Moira Smith, uma oficial do Departamento de Polícia de Nova Iorque, é vista aqui ajudando um homem ferido longe do World Trade Center logo após os ataques terroristas de 11 de setembro. Minutos depois, ela correu para a torre sul do WTC para ajudar a evacuar mais vítimas, mas o prédio também desmoronou. Ela foi a única oficial do NYPD que morreu nos ataques. Ela também foi a primeira policial a relatar os ataques depois de testemunhar o primeiro prédio atingido pelo avião.

Uma morte surpreendente

Ki-Suk Han, um pai de 58 anos, é retratado aqui no momento de sua morte prematura. A foto foi tirada depois que ele foi empurrado na frente de um trem que se aproximava no metrô de Nova York. Ao olhar para a foto, podemos ver claramente o destino trágico que ele teve. Um homem psico de 30 anos, Queen, Nova York, confessou ter lançado Ki-Suk Han nos trilhos do trem.

Um rapto impensável

Um menino inocente chamado James Bulger foi sequestrado, torturado e assassinado por dois garotos de dez anos, Robert Thompson e Jon Venables, na Inglaterra em 1993. O pobre James foi tirado de um shopping center local, e seu sequestro foi registrado por câmeras de vigilância. Foi espancado com uma barra de ferro de 10kg e tijolos, jogaram tinta azul turqueza em seu rosto, colocaram baterias em sua boca, e deixado em uma estrada de ferro em Liverpool. Quanta maldade!

Uma tragédia no espaço

Em 28 de janeiro de 1986, o ônibus espacial da NASA, o Challenger missão STS-51-L, quebrou apenas 73 segundos após o lançamento. Todos os sete tripulantes foram mortos. Aqui estão eles, enquanto se preparam para embarcar na nave poucas horas antes do acidente. A explosão foi transmitida ao vivo por canais de TV de todo o mundo, tornando o acidente da Challenger uma ferida profunda no orgulho norte-americano.

Surto de Ebola

O surto de ebola na África Ocidental foi uma epidemia que se iniciou na Guiné e se propagou em diversos países do continente africano. A ebola é disseminada por meio do contato direto com fluídos corporais como sangue ou sêmen. O primeiro surto de Ebola, em 1976, matou 280 pessoas. Esta mulher acima é uma enfermeira chamada Mayinga N’Seka, retratada apenas alguns dias antes de sucumbir ao vírus que ela ajudou a combater.

Tudo por uma selfie

Vale fazer de tudo para tirar uma boa selfie? Esta menina acima é Xenia Ignatyeva. A jovem russa de 17 anos adorava tirar selfies perigosas, e mais uma vez queria uma selfie dramática, e ela conseguiu. Logo depois que essa foto foi tirada, ela perdeu o equilíbrio e caiu em fios elétricos de 1.500 volts. Infelizmente ela acabou morrendo. Especialistas revelam que as pessoas estão cada vez mais se botando em situações de risco por uma foto. Uma foto vale uma vida?!

Um desastre

William Becker foi o décimo quinto prefeito de St. Louis de 1941-1943 e se formou na Universidade de Harvard e na Escola de Direito de St. Louis. Em 1º de agosto de 1943, ele participou de uma demonstração de uma nova aeronave. Assim que o avião decolou, sua ala direita partiu ao meio e todos os dez passageiros acabaram morrendo. Um verdadeiro desastre! Este é o grupo retratado antes da decolagem.

Atingidos por um raio

Mais um registro surpreendente em nossa lista! Esta foto dos dois irmãos (Michael McQuilken, 18 anos, e seu irmão, Sean, 12) foi tirada em um acampamento em 1975, no Sequoia National Park, na Califórnia enquanto escalavam a pedra Moro Rock. Os dois jovens foram atingidos por um raio logo após a foto ser tirada e, felizmente, ambos sobreviveram. Menos mal! Os irmãos dizem que eram muito estúpidos, e acharam que ia ser algo engraçado.

Uma festa com desfecho trágico

Ta aí uma história muito triste, em que um momento de pura felicidade virou um momento de pura tristeza. O noivo Martin Colquhoun ficou de coração partido quando sua amada mãe sofreu um acidente de carro a caminho de casa após a sua cerimônia de casamento. Esta é a última foto tirada dela na própria ocasião. O que antes era uma ocasião alegre, agora será lembrado pelo trágico evento posterior.

A imagem de um terrorista

No fundo desta foto você pode ver o terrorista americano Timothy McVeigh com um caminhão alugado que carregava os explosivos que mataram 168 pessoas no Edifício Federal Alfred P. Murrah no centro de Oklahoma City. Esta foto foi capturada pelas câmeras de vigilância momentos antes das bombas explodirem. O fato aconteceu em 19 de abril de 1995. Foi considerado o ato mais mortal de terrorismo nos Estados Unidos antes dos ataques de 11 de setembro.

Usa tu ← → (arrow) claves para navegar